Quarta-feira, 20 de Junho de 2007

A Entrada

DSC_6674 copy © Dinis Ponteira

“POR   MARES   OUTRORA   ANTES   NAVEGADOS”

 

 

Véspera de Feira Semanal da Alta – Tamegânia.

Uma 3ªfª. de um Junho mais parecido com um Janeiro friorento e chuvoso.

Na “Sissi”, uma duquesa queixava-se das frias pingas de chuva que apanhara à saída da missa das oito.

Para aquecer o corpo   -   a alma ficara quentinha e aconchegada com a homilia e a epiclese  -  tomou  «um quarto de águas das pedras».

Ouve-se dizer que “Vidago” e “Carvalhelhos” foram enjeitadas.

Às cinco da tarde ainda era cedo para lanchar! – respondeu a duquesa, ao «SÓ?» da risonha aia da Sissi.

 

O Caval(h)eiro “Penitente” entrara na Cidade pela estreita porta de Stª. Cruz da Trindade.

O Estádio é uma fácil referência. E lá foi procurar o cruzamento desta Avenida com a da parelha dos Garcia Lopes.

Quando aí chegou, «topou» que tinha cavalgado pela Avenida dos Nossos Heróis.

É a mania dos lusitanos: fecham os olhos ao que está à vista e deixam-se seduzir pelo que está mais escondido!

Bem feito!

Arrumou o seu «rocinante”, entrou na terceira porta do lado direito de quem desce os Irmãos (antepenúltima do lado esquerdo de quem sobe) e «aprochegou-se» de (o «a» parece mal!) uma graciosa donzela a quem “procurou” pela Rua ou Avenida dos Heróis de Chaves.

A menina sorriu com um sorriso amarelo desbotado pelo cinzento escuro do céu a dar frio e a prometer chuviscos.

-Não lhe sei dizer! – respondeu .

-Como assim? Não é de Chaves? – estranhou delicadamente (como se a estranheza pudesse ser delicada!) o caval(h)eiro.

-Nascida e criada! Mas nunca ouvi falar nesse nome! – confirma a graciosa donzela.

-E esta não é a Avenida (dos) Irmãos Garcia Lopes? - pergunta o “Penitente”.

-É esta mesmo, sim senhor! – confirma com voz segura e o sorriso mais colorido pelo rosado das maçãzinhas do palminho de cara.

- Muito bem! Porque deram este nome à Rua (sabe-se que “É” Avenida)?

-Também não lhe sei dizer! –soltou, naquele «dó-mi-ré-fá-sol» que só os Raiano-Tameganos sabem trinar.

          Voltámos à alameda.

Uma senhora com ar compenetrado olhava para o volante do seu carro.

Perguntada pelos Heróis, com secura, disse não saber.

Passava um rapagão “de vender e dar energia”.

O Caval(h)eiro pede-lhe ajuda para localizar “Os Heróis”.

Mas o rapagão só tinha massa muscular. Confessou não ter capacidade para esse exercício.

Dois Seniores, pertinho dos oitentas, seguiam, em passo firme pelo passeio, em empenhada conversa.

O Caval(h)eiro fez-lhes: Alto!

E de imediato lhe apontaram e descreveram «a tal» Avenida dos Heróis de Chaves.

- Até tem lá uma placa! – confirmaram convictamente.

- E esta sempre é a Avenida dos Irmãos Garcia Lopes? – perguntou o Caval(h)eiro.

-É esta mesmo! – responderam ambos (“os dois”) em uníssono.

- E sabem quem foram estes Irmãos?

-Isso agora é difícil. Andaram pr’áqui a pôr nomes ás ruas, mas não sabemos explicar – remataram.

-Muito Obrigado! – despediu-se o Caval(h)eiro.

Cumprida a «Penitência»  - Avenida acima, até à segunda rotunda; avenida abaixo até ao Mercado, fez-se hora de se Trincarem uns Pastéis de Chaves, no «antigo sítio do costume».

Atravessou a cidade.

Nos «sports» espreguiçavam-se empertigadamente os «burgueses» do costume.

No Arrabalde continuavam-se as conversas longas, curtas de sentido e vazias de interesse, a não ser o de tentar enganar o tempo, e as coçadelas das costas (dos casacos!) nas esquinas dos «mochos», dos «mairos», dos «freires», ou … do quiosque.

O Jardim frente à Rua dos Dragões está bonito.

Embora distraídas e até ignorantes das suas fantásticas maravilhas, as pessoas da CIDADE, a ALTA-TAMEGÂNIA, enchem “os céus e os ares” de simpatia.

Reparem só naquele trinar melódico, harmonioso, cristalino como todos se saúdam!

Não há outro lugar igual com gente igual!

E, então, quando se põem a falar naquele «arroz de favas que ontem à noite fiz»!...

Ó «FLAVÍNIOS”, porra-catano, quando é que DAIS CONTA, de uma vez por todas, que sois da Terra Mais Bonita do Mundo e EXIGIS que lhe sejam concedidos todos os Estatutos, Atributos, Contributos e Tributos a que tem direito?!

Valha-v(n)os o Bispo Idácio, já que o Marto «fugiu p’rá Cova» e nem a bênção vos deu ainda!

Valha-v(n)os os Lopes e os neo-Mosqueteiros, de “ponteiras” “serradas”, com “delgados” e “bravos” «canhangulos» a dispararem  elegantes e contundentes palavras!

 

Os Padrinhos  assinaram o ponto, (mas mal). É da fartura!

Mas o Caval(h)eiro Penitente quer cumprir a «penitência» a preceito e conseguiu descobrir o poiso de algumas «importantes» testemunhas.

 

TRINCADELAS PROMETIDAS, Ó Padrinhos, neo-Mosqueteiros e Testemunhas, citadas e outras!!!

 

«Ó CHAVES,.. deixas sempre uma saudade»!

 

Tupamaro


publicado por Dinis Ponteira às 23:50
link do post | comentar | favorito
partilhar
3 comentários:
De Fer.Ribeiro a 21 de Junho de 2007 às 03:05
Sempre soube que os pastéis cá da terrinha são bons, não sabia é que além de bons inspiram interessantes prosas. Um abraço para os ilustradores do post.


De J. Pereira a 21 de Junho de 2007 às 11:39
Se os pastéis inspiram prosas elegantes e bem conseguidas que diemos de um bom naco de presunto regado com uma pinga das encostas de Curalha ou de Anelhe. Um abraço para os Alto-Tamegânios deste belo post.


De Dinis Ponteira a 22 de Junho de 2007 às 10:25
è verdade amigo, um naco de presunto e uma boa pinga devia inspirar umas quantas prosas.
Um abraço amigo
Dinis


Comentar post

*mais sobre mim


* ver perfil

* Tráz outro amigo...

. 35 seguidores

*Agosto 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


*posts recentes

* Dia Mundial da Fotografia...

* Dia Mundial da Fotografia...

* Douro Vinhateiro

* Feira do Fumeiro-Montaleg...

* ...

* S. Sebastião Dornelas 201...

* ...

* ...

* ...

* ...

* #Montalegre - feira do #F...

* ...

* Chaves - Corvo marinho

* ...

* Pela Manhã

* Reflexos

* Pela Manhã

* Rio Tâmega Chaves

* Neblinas

* Douro

* Batata semente - Montaleg...

* ...

* ...

* ...

* S.T.

* Picos da Europa _ Potres

* Poldras

* Rola Diamante

* ...

* S. Sebastião - Dornelas 2...

* S. Sebastião - Couto Dorn...

* Neblinas

* Geadas

* Chaves 2016

* Chaves - 2016

*arquivos

*tags

* todas as tags

*pesquisar

 

*links

*LUMBUDUS

blog-logo
SAPO Blogs
RSS